Reunião de Planejamento CF 2020 Diocese de Jundiaí.

No último dia 08 de fevereiro estiveram reunidos os agentes da Campanha da fraternidade das paroquias da diocese de Jundiaí. A reflexão voltou-se para o agir dentro da temática da campanha da fraternidade deste ano de 2020, cujo o tema é Fraternidade e Vida: dom e compromisso e o lema: Viu, sentiu compaixão e cuidou dele.

A campanha da fraternidade é um organismo da Igreja católica apostólica romana no Brasil, criada em 1964 e que no período da quaresma propõe reflexões que levem a conversão. Dentro da proposta deste ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil indicou a parábola do Bom Samaritano como símbolo da vivência cristã do cuidado com a vida e Santa Dulce dos Pobres como ícone e exemplo de quem bem viveu a proposta simbolizada na ação do samaritano.

O Texto Base indica que a primeira ação a ser desenvolvida é a do Olhar atento, superando a globalização da indiferença. Um olhar que vê, enxerga as mazelas dos sofrimentos humanos. Um olhar penetrante que seja capaz de sensibilizar e vendo o sofrimento do outro sentir compaixão. Somente aquele que sente compaixão será capaz de cuidar com amor.

Também chama a atenção para os tipos de cuidado: pessoal, familiar, comunitário, social. Sempre realizando o bem possível como nos exorta Papa Francisco em sua Exortação apostólica “Gaudete et exsultate”, em que fala aos cristãos sobre a santidade no mundo atual. Ser santo é se compadecer e cuidar, com consciência daquilo que posso e faço para garantir a vida da fecundação ao seu ocaso natural, cuidando também de toda criação, pensando numa ecologia integral.

Por fim concluiu-se a reflexão sobre os noves verbos que o Texto Base traz para bem agir: Primeirar: ter iniciativa; Envolver: agregar a todas as pessoas; Acompanhar: os processos de desenvolvimento e superação; Frutificar: produzir frutos de solidariedade; Festejar: celebrar a vida sempre como dom precioso dado por Deus; Acolher: a todos especialmente os mais vulneráveis; Proteger: a vida em todas as suas etapas; Promover: a formação da consciência para a caridade social e  o cuidado com a sua vida e a dos demais e Integrar: a todas as pessoas de boa vontade que se dedicam a cuidar da vida.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *